Documento sem título
 
 
 
 
 
 
 
 
 
       
Conheça os ativos em destaque, lançamentos e informações.




Yucca schidigera
Indicada para o tratamento da coprofagia



A Yucca schidigera é uma planta da família Agavaceae, que cresce em desertos e encontra-se quase que exclusivamente no sudoeste dos Estados Unidos e no México.

Esta planta pode atingir de 3 a 4 metros de altura e produz vários galhos que são colhidos quando maduros, com 1 a 2 metros. O tronco principal permanece e produz novos galhos maduros num período de 4 a 5 anos.

Após colhidos, os galhos maduros são submetidos a um processamento, onde primeiramente são moídos e o sólido resultante é seco e transformado em pó, sendo este utilizado para a alimentação animal.

Os componentes ativos encontrados na Yucca são as saponinas esteroidais e os glicocomponentes.

As saponinas esteroidais possuem propriedades tensoativas, desempenhando um papel importante na nutrição animal, por exercer um forte poder surfactante, tornando a membrana das células da parede intestinal mais permeável, promovendo assim uma maior absorção de nutrientes.

A saponina atua de forma seletiva, influenciando na multiplicação de bactérias constituintes da microbiota intestinal dos cães. Ela atua inibindo ou estimulando o crescimento de algumas bactérias intestinais. Supõe-se que as saponinas presentes no extrato de Yucca schidigera também produzem uma inibição da fermentação microbiana da proteína.

Os glicocomponentes são estruturas moleculares altamente termoestáveis, que têm a capacidade de capturar moléculas de amônia no tubo digestivo, neutralizando seus efeitos tóxicos e convertendo-a em outro tipo de composto nitrogenado não-tóxico, melhorando assim as condições intestinais. Isso faz com que a quantidade de amônia, sulfito de hidrogênio e outros gases liberados no processo de degradação das excretas, sejam reduzidos.

O extrato de Yucca schidigera reduz o mau odor das fezes dos animais, não interferindo na saúde destes, além de ser uma fonte alternativa de fibra, auxiliando no trânsito intestinal. Estudos mostram que ocorre uma redução de até 56% do odor das fezes de cães. Essa redução é ainda mais pronunciada no caso de animais alimentados com dietas de alto nível proteico.

O fato da Yucca reduzir o mal odor das fezes faz com que ela seja indicada para o tratamento da coprofagia, já que o odor menos pronunciado das fezes faz com que os cães percam o hábito de comê-las.

Além do benefício no tratamento da coprofagia, a Yucca também possui ação anti-inflamatória, podendo ser utilizada no tratamento da osteoartrite, devido ao fato de possuir saponinas esteroidais que possuem excelente atividade antiartrítica.
 
Documento sem título
 
 
 
 
 
 
   
 
   
Copyright © 2013 Todos os direitos reservados | Produzido por FrameSet